Foi isso que os cidadãos viram no céu

Foi isso que os cidadãos viram no céu
Reprodução/Instagram/Twinkle Dark Sky Tours

Um grupo de moradores ficou um tanto assustado e chocado ao observar um estranho espiral de luz azul no céu do país. Uma série de teorias sobre o que poderia ser logo surgiu — a maioria delas concentradas em fenômenos como vida alienígena ou alguma arma estrangeira.

Um dos primeiros a ver a formação espacial foi Alasdair Burns, um especialista em observação de estrelas do país.

“Parecia uma enorme galáxia espiral, apenas pendurada no céu e lentamente flutuando”, disse ele, em entrevista ao jornal Guardian.

Junto com Alasdair, um grupo de cerca de cinco pessoas se reuniu para assistir o fenômeno na região. Ao mesmo tempo, fotos começaram a pipocar em redes sociais, com flagrantes da estranha aparição.

“Premonição do nosso buraco negro orbital”, escreveu um outro observador de estrelas, no Instagram, provavelmente em tom de humor.

Apesar do burburinho, o estranho fenômeno tem uma explicação simples, segundo especialistas.

De acordo com professores da Universidade de Auckland, uma das mais importantes cidades da Nova Zelândia, as nuvens são formadas quando um foguete lança um satélite em órbita.

Quando o propulsor é ejetado, água e hidróxido de carbono se misturam e formam uma nuvem, que toma a forma espiralado por causa do movimento do foguete.

“As nuvens podem ficar com aparência maluca”, diz Richard Easther, físico da universidade.

A após principal é que a nuvem foi causada por um foguete da SpaceX, lançado da Flórida no domingo (19).

Uma formação similar foi vista em 2009, por moradores da Noruega. Relembre o caso abaixo!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.