A morte do indigenista brasileiro Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips chamaram a atenção do mundo para a pobreza, o abandono, a situação precária e para o suposto tráfico do pirarucu, um peixe comum na região e sob o risco de extinção. Nesta imagem, soldados do Exército retiram um pirarucu de um barco que pertence a um dos suspeitos que confessou ter matado o jornalista e o indigenista em Atalaia do Norte, no Amazonas 

As crianças observam o trabalho dos militares. Além da pesca irregular e do tráfico do pirarucu, a região do Vale do Javari também é alvo de garimpeiros e é rota do tráfico de drogas

Nesta imagem, uma mulher indígena é fotografada em meio a rio cheio de sujeita em Atalaia do Norte, no Amazonas 

Foto mostra indígenas no meio do rio Itaquaí, onde ocorreu o crime contra o jornalista britânico e o indigenista brasileiro

Imagem aérea indica o detalhe de uma comunidade ribeirinha, São Gabriel, às margens do emaranhado de rios que cortam o Vale do Javari

Com um drone, é mais fácil entender a realidade da região. Imagem aérea traz detalhe de comunidade inundada pelo rio Javari, em Atalaia do Norte, Amazonas 

Agora, um símbolo da precariedade na região. De moto, moradores de Atalaia do Norte passam em frente à sede da Funai (Fundação Nacional do Índio) da cidade

Agora, uma mãe e os filhos indígenas observam o rio Javari

No detalhe, desenhos feitos no vidro do carro da Polícia Federal durante as investigações no Vale do Javari, em Atalaia do Norte, Amazonas 

O corte irregular de madeira também está na mira das autoridades. Essa foto indica toras já cortadas e colocadas no leito do rio para transporte

O líder indígena Eduardo Kanamari, da tribo Massape, lidera uma palestra para outras comunidades em Atalaia do Norte, no Amazonas

Depois do episódio com o indigenista e o jornalista britânico, membros de tribos indígenas locais fizeram protestos para chamar a atenção para o abandono da região

Com cartazes, os indígenas quiseram chamar a atenção das autoridades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.